CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

KITANDA E MERCEARIA MOTA - Direção MIRALDO MOTA

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

terça-feira, 23 de março de 2021

 CORONAVÍRUS JA MATOU MAIS DE CEM POLITICOS BRASILEIROS - 28 PREFEITOS MORRERAM

O número, que já é alto, tende a se tornar ainda maior, tendo em vista a lentidão na vacinação dos brasileiros
Ao menos 114 políticos morreram no Brasil vítimas de complicações de Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia no país. Na lista estão prefeitos e ex-prefeitos, vices e ex-vice-prefeitos, senadores, ex-governadores, vereadores e ex-vereadores e deputados e ex-deputados.
A reportagem fez um levantamento das mortes de figuras políticas registradas por veículos de imprensa e entidades municipalistas. O número, que já é alto, tende a se tornar ainda maior, tendo em vista a lentidão na vacinação dos brasileiros e os casos não registrados pela imprensa em municípios menores.
Na última quinta-feira, o senador Major Olimpio (PSL-SP) teve morte cerebral confirmada por seus familiares, por meio de uma rede social, em decorrência da infecção por Covid-19. O parlamentar paulista foi o terceiro senador a falecer pela doença desde o começo da pandemia. Antes dele, morreram Arolde de Oliveira (PSDB-RJ) e José Maranhão (MDB-PB). As mortes no Senado geraram pressão pela instalação da CPI da Covid na Casa.
Também morreu no dia  (19/03), o vereador e cantor gospel da cidade de Salvador  Irmão Lázaro em decorrência de complicações da Covid-19. Ele estava  internado em um hospital de Feira de Santana (a cerca de 100 km de Salvador, na Bahia) desde 25 de fevereiro, Irmão Lázaro estava em estado grave na Unidade Terapia Intensiva (UTI) .
De acordo com o apanhado feito pela reportagem, sete ex-governadores de Estados do país também foram vítimas do novo coronavírus e não resistiram às complicações. Entre eles estão o goiano Helenês Cândido, o ex-governador do Mato Grosso, Frederico Campos e o ex-mandatário do Pará, Aurélio Carmo, dentre outros.
Entre deputados e ex-deputados (federais e estaduais), ao menos 28 parlamentares não resistiram à Covid-19. Em Minas Gerais, o ex-deputado federal, Caio Nárcio (PSDB), morreu aos 33 anos, ainda nos primeiros meses da pandemia.
Outro parlamentar a falecer por Covid-19 foi o deputado estadual do Mato Grosso, Sílvio Fávero (PSL). Ele foi autor de um projeto contra a obrigatoriedade da vacina. Os ex-parlamentares mineiros, Irani Barbosa e Bonifácio Andrada também engrossam a lista de óbitos pela doença.
Doença matou 28 prefeitos 
Nos municípios brasileiros, só de prefeitos que estavam no exercício do mandato, segundo dados da Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), foram 31 mortes pela doença. Depois do levantamento feito pela entidade morreu também o prefeito de Campanário, na região do Vale do Rio Doce, Luiz Antônio de Sousa Campos (PSC), de 65 anos. Ele faleceu no sábado (20/03), em Belo Horizonte, onde se tratava da Covid-19.
Antes dele, já presente na lista da Frente Nacional dos Prefeitos estava o chefe do Executivo de Vitória da Conquista, na Bahia, Herzem Gusmão (MDB), que morreu na sexta-feira (19/03), aos 72 anos.
Fonte: zero hora news

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sem o seu NOME não serão aprovados

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK