CONTADOR GOOGLE: 16 MILHÕES DE ACESSOS!

CURTA O ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK

SUPERMERCADO ADONAI - AV. AMÉRICO NOGUEIRA, CLODOALDO

CEOQ - HOSPITAL DE OLHOS

SUPERMODA - NA ALAMEDA RUI BARBOSA

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

PAX PERFEIÇÃO - QUEM É VIVO SE ASSOCIA!

quarta-feira, 1 de junho de 2022

AMBER HEARD É CONDENADA A PAGAR US$ 10 MILHÕES A JOHNNY DEPP

Os dois foram condenados a pagar um ao outro, mas júri concordou com mais alegações de Depp e sentença para ela foi maior. 'A decepção que eu sinto hoje vai além das palavras', ela disse.
Amber Heard e Johnny Depp foram condenados por difamar um ao outro. A sentença foi lida nesta quarta-feira (1), no Tribunal do Condado de Fairfax, no Estado norte-americano da Virgínia.
O júri considerou que a atriz deveria pagar US$ 15 milhões ao ex-marido, mas, posteriormente, a juíza diminuiu para US$ 10,35 milhões, em razão de limites legais da Virgínia. O valor que Johnny Depp deve pagar à ex-mulher (US$ 2 milhões), no entanto, foi mantido.
Casados entre 2015 e 2017, Depp e Amber se processavam mutuamente por difamação: ele alegava que a atriz o difamou em um artigo de jornal publicado em 2018; ela, por sua vez, disse ter sido difamada por um antigo advogado do ator.
No texto opinativo de Heard no jornal "Washington Post" ela fez declarações sobre abusos domésticos.

Atriz lamenta e ator comemora
Amber Heard lamentou o veredito: "A decepção que sinto hoje vai além de palavras. Estou de coração partido que a montanha de evidências ainda não foi suficiente para enfrentar o poder e influência desproporcionais do meu ex-marido."
"Estou ainda mais decepcionada o que este veredito significa para outras mulheres. É um retrocesso", ela também afirmou. Leia aqui o comunicado completo de Amber Heard.
Johnny Depp comentou: "Alegações falsas, muito sérias e criminais foram feitas a mim através da mídia, o que desencadeou uma enxurrada interminável de conteúdo odioso, embora nenhuma acusação tenha sido feita contra mim", ele disse.
"Seis anos depois, o júri me deu minha vida de volta", ele comemorou. Leia aqui o comunicado completo de Johnny Depp.

Júri concordou com mais alegações dele
A sentença foi baseada em seis declarações, três dadas por Amber Heard no artigo de jornal e outras três feitas pelo ex-advogado de Depp, Adam Waldman.
O júri considerou que Amber Heard estava difamando o ator nos três trechos do artigo ao acusá-lo de abuso doméstico, e que ela agiu com "malícia", sabendo que as declarações eram falsas.
Portanto, duas declarações em que o advogado de Depp afirmava que Heard estava mentindo não foram consideradas difamatórias.
A única vitória de Amber Heard diz respeito a uma fala do advogado que acusava a atriz de ter criado uma emboscada para incriminar o ex-marido durante uma briga em 2016.
Johnny Depp não estava presente no tribunal nesta quarta-feira e assistiu à decisão por vídeo, da Inglaterra, onde está para fazer um show com Jeff Beck. Amber Heard presenciou a decisão no tribunal. O julgamento durou seis semanas.

Acusações
Depp, astro de 58 anos da franquia "Piratas do Caribe", processou Heard no Estado da Virgínia pedindo US$ 50 milhões e acusando-a de difamação pelo artigo.
Heard, de 36, contra-atacou pedindo US$ 100 milhões e dizendo que ela foi difamada por um antigo advogado do ator, que classificou as acusações da atriz como "farsa". 
Depp nega ter agredido Heard ou qualquer outra mulher e disse que ela era a pessoa que havia se tornado violenta na relação. 
Ambos também afirmam que suas carreiras sofreram por causa das acusações.
O casal se conheceu em 2011 enquanto filmava "Diário de um Jornalista Bêbado", e se casou em 2015. O divórcio foi finalizado cerca de dois anos depois.


fonte: g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sem o seu NOME não serão aprovados

MATÉRIAS ASSINADAS , com FONTE, são de responsabilidade de seus autores.

contatos blog: whats: (77) 98128-5324

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

ITAPETINGA AGORA NO FACEBOOK